domingo, 8 de maio de 2016

Review: Pucked - Helena Hunting

Livro: Pucked
Série: Pucked 01
Autora: Helena Hunting
Editora: Everafter Romance
Páginas: 380
Ano: 2015
Nível de inglêsDifícil
Goodreads: Pucked

Avaliação: 

Sinopse: Com um meio-irmão que é um famoso jogador na Liga Nacional de Hockey, Violet Hall conhece bem a reputação de playboy que muitos famosos jogadores de hoquéi tem. Ela é inteligente o suficiente para se manter longe desses gostosos garotos com corpos bem construídos e cheios de estamina. Isso até ela conhecer o legendário capitão do time - Alex Waters.

Violet não está interessada na cara bonita e surrada dele, ou no abdômen definido e duro. Mas quando Alex inadvertidamente destrói a antiga equivocada impressão de Violet sobre o intelecto inferior de jogadores de hóquei, ele se torna mais que um corpo gostoso com um rosto combinando.

No que só pode ser considerado um completo lapso de julgamento, Violet descobre o quão bom Alex é com o taco de hóquei nas calças dele. Mas o que começa como um caso de uma noite, rapidamente se transforma em algo mais. Depois da noite de orgarmos mágicos, Alex começa a ligar, mandar mensagens e e-mails, e mandar extravagantes - e peculiares - presentes, tornando difícil ignorar, e ainda mais não gostar.

O problema é, a mídia retrata Alex como um total jogador, e Violet não quer fazer parte desse jogo.


Review: Já faz algum tempo que eu estava de olho em Pucked, ouvia falar muito bem dele por aí e adorava as frases que a autora postava no Instagram. Resolvi ler ele super achando que ia ser um Real da Katy Evans da vida, ledo engano. Acho que nunca ri tanto lendo um livro como em Pucked.
Eu juro que ele fez uma referência certa sobre Shakespeare. Maravilhada, eu faço contato visual. Ou tento. Os olhos dele continuam divididos entre meus peitos e meu rosto, estão isso é um desafio.
Violet é muito doida! Ela é uma contadora que mora na casa da piscina da mãe e do padrasto dela e tem um relacionamento bom com o meio-irmão, um jogador de hóquei galinha que ela adora chamar de Yeti e dizer que tem DSTs. É por causa dele que ela conhece Alex. 
“Ok, você me pegou. Eu não estava chupando o pau dele. Nós estávamos fodendo a boca um do outro com nossas línguas. Isso normalmente é referido como beijar, mas bocas fodendo soa muito mais sujo, então eu vou chamar disso.”
Alex é capitão do time de hóquei de Chicago, os Blackhawks, para onde o meio-irmão de Violet, Buck, foi transferido depois de ter sido pego com a sobrinha do técnico. Violet vai com a família ver o primeiro jogo de Buck fora da cidade, e no bar depois do jogo ela conhece Alex, com quem ela tem uma atração instantânea.
Empata-fodas estão por todos os lados essa noite, frustrando minhas tentativas de fazer papel de trouxa.
Eles não ficariam juntos na primeira noite, mas após uma confusa que leva Violet  a ficar presa do lado de fora do quarto dela, ela vai pro quarto de Alex e eles tem uma longa noite de sexo. No dia seguinte ela vai embora antes dele acordar, mas ele resolve que vai correr atrás dela.
“E-e-eu –“ É adorável. Ele está com uma expressão que eu conheço bem: pânico misturado com medo. Eu mesma a uso quando eu sem querer demostro o meu lado nerd extremo.
Uma das melhores coisas do livro e do Alex é isso, ele pode fazer merdas mas ele não desiste dela em nenhum momento, ele manda flores, bate na porta dela, vai no trabalho dela, dá sempre um jeito de tentar arrumar a situação. 
“As pessoas vão pensar que eu dou uma puta do hóquei. E que eu estou fodendo o time inteiro. Então você sabe o que vai acontecer?” Alex abre a boca, mas eu corto ele. ”Eu vou te contar o que vai acontecer. Algum produtor pornô vai tentar e me colocar em um filme. Vai ser chamado ‘Puta do Hóquei fode os Haws’.” 
O livro é cheio de momento hilários, a Violet é louca, só fala loucuras e em vez em quando faz algumas também, e o Alex é totalmente conivente a isso mesmo achando ela maluca. Os personagens secundários também são muito divertidos, a mãe histérica da Violet, a mãe cheia de laque do Alex, a irmã hippie do Alex, a melhor amiga doida da Violet que é fangirl do melhor amigo fofo do Alex, todos beeem peculiares.
“Eu estou apaixonada!” Ela pega os meus ombros e chacoalha. “Ok, bem, isso é uma mentira, mas Darren é o cara mais gostoso que eu já conheci, e ele é inteligente e ele tem todos os dentes! Isso não é inédito no hóquei? O Alex tem todos os dentes?”
Minha única reclamação do livro é que o 'problema' do livro foi bem forçado. Foi algo do tipo "fiz algo estúpido porque tive 5 minutos de estupidez sem motivo algum". Mas de forma geral é um livro muito bom se você quer rir e passar uma tarde divertida e bem hot.
Oh. Meu. Deus. Ele é aterrorizantemente gostoso. Como o Hulk, mas sexy, não verde. Eu vou me dar bem num vestiário. Parabéns pra mim.
A série Pucked foi escrita muito rápida pela autora Helena Hunting, esse primeiro foi lançado em março do ano passado e agora já foram lançados mais três livros, um sobre os irmãos de Alex e Violet, um sobres os amigos deles e o quarto sobre Alex e Violet de novo. Espero que todos sejam tão divertidos e sem me deixar com raiva como esse (não faça merda Buck, pelo amor).
“Todo o ridículo bem aqui” – eu beijo ela – “é o porque eu quero passar o resto da minha vida com você”
Três livros da Helena Hunting já foram lançados aqui no Brasil, da série À Flor da Pele pela Suma das Letras, mas ainda não tem nenhuma notícia se Pucked será lançado aqui. Por enquanto você pode comprá-lo em inglês aqui.

Traduções feitas pela Crie Unicórnios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário